Local: Bairro Santa Lúcia, Belo Horizonte, MG.
Projeto: 1997
Obra: 1998/99
Área terreno: 460,00m2
Área: 460,00m2


Um morro é novamente o desafio: um grande aclive de péssima composição geológica e um programa relativamente complicado no que diz respeito a grandes espaços livres (local do atelier fotográfico e suas outras necessidades espaciais); sobre eles, a moradia.
Pela exiguidade do terreno e também por sua forma, optamos por criar um grande terraço central e cobertura do estúdio contido por duas alas laterais sala e quartos e pela refeições/tv na sua parte posterior. Essas alas laterais surgem como torres cobertas, em curvas suaves, e através de telhas metálicas que também revestem parte das alvenarias laterais, como um boné, dando-lhes porte e possibilitando a abertura de grandes janelas com uma fantástica vista da cidade. Essa é uma observação pertinente, pois os proprietários escolheram o terreno já preocupados em conquistar, dominar a cidade pelo olhar distante ou particularizado olhar de fotógrafo.
Adotou-se novamente o corte escalonado, desníveis e outras soluções já consagradas mas, infelizmente, pelo cronograma adotado inicialmente, as chuvas chegaram e parte do corte inicial veio abaixo.
Vagarosamente, os níveis foram recompostos. Também, em mãos de um cronograma físico/financeiro, foram feitas mudanças no projeto, sendo a mais substancial a cobertura curva das torres que passam a inclinadas, simplificadas, bem como o redimensionamento de aberturas. Foram mudanças controladas, que possibilitaram o andamento continuado da obra.
Cores suaves nos rebocos, acabamentos, esquadrias sugeridas pelos proprietários criaram uma troca de informações que aproxima arquitetos/moradores.
"Under construction", como algumas homepages, os espaços vão paulatinamente sendo conquistados pela vontade e pertinência dos proprietários.
Ao longe é avistada. Tem porte de castelo.

 

Copyright